Notícias

Confira as principais informações do setor

Alimentação equilibrada auxilia no bom desempenho escolar

Manter uma dieta equilibrada pode influenciar no desenvolvimento intelectual das crianças. É o que alerta Vanderli Marchiori, consultora em nutrição da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (ABITRIGO). Segundo ela, a alimentação - quando feita de maneira saudável e correta - tem um papel determinante no desenvolvimento cerebral e cognitivo auxiliando na aprendizagem, na inteligência e demais capacidades determinantes na sala de aula.

“Fontes de vitamina B, como carne, ovos e leguminosas ajudam na memorização. Carboidratos integrais, como arroz, macarrão, pão e biscoitos são ricos em fibra e auxiliam na concentração”, exemplifica a nutricionista. Ela explica que os alimentos afetam a função cerebral por meio de mudanças vasculares, imunológicas, metabólicas, sensoriais e hormonais. Sendo assim, alguns deles têm realmente poderes de atuar de maneira direta nas atividades mentais.

Vanderli Marchiori diz que é importante, especialmente para a criançada, realizar três refeições principais e, de dois a três pequenos lanches intermediários, por dia. Isso vai favorecer que a velocidade do metabolismo seja mantida e que a digestão aconteça da melhor maneira possível.

A especialista destaca ainda que, muitas vezes, quando a dieta não é correta, além de prejuízos no rendimento escolar as crianças podem sofrer com obesidade, desnutrição ou mesmo a carência de vitaminas e minerais.

No entanto, reforça que o cuidado não significa que a alimentação tenha que ser algo rígido. “Radicalismos, a ponto de proibir guloseimas não funcionam. Os pequenos tendem a fazer escondido o que foi restrito. A saída é optar por alimentos menos gordurosos, com pouco açúcar e sódio, e mais fibras”, pontua Marchiori.

Fonte: ABITRIGO