Notícias

Confira as principais informações do setor

Argentina já colheu 58,3% do trigo

As informações vindas do principal fornecedor do cereal de inverno ao Brasil dão conta de que praticamente toda a parte norte do país vizinho já finalizou, ou está em vias de terminar, os trabalhos de colheita dessa temporada. 2017/2018.

“Essas regiões estão abaixo da média por hectare do país, tendo NOA (Noroeste Argentino) com 1,02 toneladas por hectare como a mais baixa, e o Centro-Norte da [Província de] Santa Fé com 2,56 ton/ha a mais alta. Os quatro núcleos colheram juntos 1.545 milhões de toneladas. A parte central argentina é a esperança de melhores rendimentos para tentar buscar a meta de 17.000.000 de toneladas de trigo que as agências locais projetam”, afirma o analista Luiz Fernando Pacheco.

A T&F aponta que os rendimentos variam entre 3,0 a 5,5 toneladas por hectare e o Núcleo Norte e Sul já são responsáveis por 45% do grão colhido no até agora. Os rendimentos continuam altos para a parte sul, mas com muitas áreas que foram afetadas pelos excessos hídricos durante a semeadura e uma parte ainda na fase de enchimento de grãos.

“Com 58,3% da área semeada já colhida o país está com um volume de 8.659.053 toneladas em estoque e com um rendimento médio de 2,79 toneladas por hectare. Nesse ritmo nas próximas 3 semanas os argentinos já terão colhido todo o trigo maturado dos campos, talvez apenas esperando alguns campos de semeadura tardia devido as grandes chuvas na região sul”, conclui Pacheco.

Fonte: Portal do Agronegócio