Notícias

Confira as principais informações do setor

Conheça as propriedades do trigo e seus benefícios como alimento

Utilizada para o preparo de pães, massas, bolos e biscoitos, a farinha de trigo vem ganhando destaque no equilíbrio das dietas. Por ser um cereal rico em carboidrato, os alimentos à base de trigo são nossas principais fontes de energia, atuam na prevenção de diversas doenças e ainda fornecem vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo. Em falta, resultam em cansaço, fadiga muscular, alteração do sono, câimbras e perda de massa magra.

De acordo com a nutricionista da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (ABITRIGO) e presidente da Associação Paulista de Fitoterapia (APFIT), Vanderli Marchiori, o grão e seus derivados devem ser consumidos diariamente. “Estes alimentos são fundamentais para a fabricação de serotonina – um neurotransmissor que garante a sensação de bem-estar, reduz a ansiedade, regula o humor e o apetite, e ainda ajuda a combater a enxaqueca –, além de conter minerais e outros nutrientes”.

O processo de moagem do grão dá origem a uma proporção de, em média, 75% de farinha e 25% de farelo de trigo. No mercado há uma grande variedade de farinhas refinadas brancas e amarelas (especiais), integrais (grossa e fina), farelo, fibra, gérmen, além dos pães, massas, e outros produtos à base do cereal.

Conheça as diferenças, propriedades e benefícios do trigo e de cada tipo de farinha na alimentação:

Farelo – fonte de fibras insolúveis, vitaminas do complexo B, zinco e potássio, entre outros minerais, o farelo de trigo acelera o trânsito intestinal e ajuda a reduzir o risco para de câncer nesta região do organismo.

Gérmen – também conhecido como o embrião do grão, comercializado na forma de farelo ou óleo, é considerado uma excelente fonte de vitamina E, nutriente antioxidante que auxilia no combate aos radicais livres e contribui na redução do envelhecimento dos vasos sanguíneos, o que proporciona uma maior longevidade do sistema circulatório. Rico em vitaminas do complexo B, em especial a B1 ou tiamina, que é fundamental na metabolização da glicose, em especial para os diabéticos.

Endosperma – localizado na parte intermediária do grão, entre o farelo e o gérmen, é utilizado como base para fabricação da farinha de trigo e está presente nas receitas de massas, pães, bolos e biscoitos.  Atualmente, a tradicional  farinha é encontrada em nos mercados em várias versões, por exemplo com a adição de fermento, orgânica, entre outras.

Farinha de trigo branca considerada uma das principais bases da alimentação dos povos em todo o planeta, é indicada para ser consumida no dia a dia, pois contribui para a digestão e manutenção da boa forma. Fonte de carboidratos, também ajuda a espantar a insônia e a ansiedade, aumenta a capacidade de concentração e a disposição física, reduz o risco de doenças coronárias, mantêm a flora intestinal saudável e controla os níveis de colesterol.

Farinha de trigo integral – obtida pelo acréscimo do farelo à farinha branca, ou extraída no início do processo de moagem, além de ser fonte fibras, possui altos teores de vitaminas, sais minerais e proteínas, fatores que ajudam a reduzir o estoque de gordura no abdômen e diminuir os riscos de doenças cardíacas.

A nutricionista também explica que as farinhas podem ser enriquecidas com ingredientes como ferro e ácido fólico, tornando os alimentos ainda mais saudáveis e nutritivos.

_____________________________________

Informações para a imprensa:  

TREE COMUNICAÇÃO  

Mariana Ortiz
(11) 3093-3618
mariana.ortiz@tree.inf.br

Kelly Viana
(11) 3093-3614
kelly.viana@tree.inf.br

Fonte: ABITRIGO