Notícias

Confira as principais informações do setor

Argentina: por conta das condições, produtores devem ter maior adesão ao trigo no centro-norte de Santa Fé

Na última semana, a região centro-norte da província de Santa Fe, na Argentina, teve dias muito úmidos. Nas poucas horas de sol que se apresentaram, os produtores avançaram lentamente com a colheita de soja de segunda etapa e de algodão.
 
As chuvas, a umidade elevada e um consequente atraso na colheita deixaram consequências para os grãos coletados, segundo o boletim semanal do Sistema de Estimativas Agrícolas (SEA) para o Centro-Norte da Província de Santa Fe, divulgado pela Bolsa de Comercio de Santa Fe (BCSF) e pelo Ministério da Produção desta província.
 
De acordo com o levamentamento do SEA, as condições são, entretanto, boas para a campanha de inverno que se aproxima. Com a deterioração dos solos, perda de matéria orgânica, presença de enfermidades, rotação de cultivos e excessos hídricos em alguns setores, muitos produtores se inclinariam a decidir pelo plantio de trigo.
 

Assim, a BCSF estima um aumento de 10 a 12% na superfície plantada de trigo em relação à safra anterior. Desta maneira, a intenção de plantio estaria perto dos 300.000 hectares para a área de estudo.

Fonte: Técnico de Agronegócio