Notícias

Confira as principais informações do setor

Cortar o glúten da dieta emagrece?

Há quem diga que restringir o glúten da dieta faz perder peso e traz benefícios ao corpo.  Será que é verdade? De acordo com o endocrinologista Marcelo Bronstein, retirar o glúten de quem não possui doença celíaca não tem sentido. “Não há benefício nenhum para o organismo, nem para emagrecimento. Pelo contrário, alimentos sem glúten podem ser tão calóricos quanto os originais. Então, a perda de peso está relacionada principalmente ao hábito de comer com moderação, e não à restrição”, explica o endócrino.

Para Vanderli Marchiori, consultora em nutrição da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (ABITRIGO), é importante se atentar ao índice glicêmico de cada alimento. “Uma fatia de pão com grãos integrais, por exemplo, tem índice glicêmico (51) bem inferior ao da tapioca (115) e do biscoito de arroz (82), alimentos geralmente adotados em dietas sem glúten”, pontua a nutricionista. A especialista explica que quanto maior o índice glicêmico, mais glicose será liberada para o nosso organismo e, consequentemente, mais insulina (hormônio que modula a gordura corporal total do nosso corpo).

“Portanto, cortar pães, massas, bolos e biscoitos da alimentação, opções mais do que tradicionais no dia a dia do brasileiro, não é solução! O correto é manter uma alimentação equilibrada”, conclui Vanderli. Além disso, “esses alimentos são algumas das principais fontes de carboidrato para o nosso organismo, nutriente responsável em dar energia ao corpo e cérebro”, completa.

Assista ao vídeo abaixo e tire suas dúvidas sobre a importância dos alimentos que contêm glúten.

Fonte: ABITRIGO