Notícias

Confira as principais informações do setor

Redução de crédito e de seguro pode afetar produção

Campinas, 17 de outubro de 2016 - O Governo Federal está com menor capacidade para realizar intervenções para garantir o preço mínimo das commodities agrícolas. A afirmação foi feita por André Nassar, ex-secretário de Política Agrícola do governo Dilma Rousseff, durante o 23º Congresso Internacional do Trigo, que está ocorrendo na cidade de Campinas (SP), com cobertura da Agência SAFRAS.
 
"Neste contexto, há uma redução no crédito rural e nos valores alocados para o seguro agrícola, tão importantes para o produtor de trigo", pondera Nassar, acrescentando que isto poderá afetar a produção nacional do cereal. "O setor se tornou mais arriscado", afirma.
 
Conforme Nassar, o seguro rural é uma garantia para os produtores do Rio Grande do Sul e do Paraná contra as intempéries climáticas. "Com a redução nos valores alocados, a produção pode ser afetada pelo menos nos próximos dois ou três anos", frisa. O painelista lembra que a indústria tem a vantagem do trigo ser integrado com o mercado internacional, onde é esperado uma ampla oferta do cereal. "Mas é importante analisar a situação interna também", frisa.

Fonte: Safras & Mercados