Notícias

Confira as principais informações do setor

Ampliação do sistema web disponibilizado pela Embrapa em 2015 para planejamento e gestão da terra a partir de imagens de satélite

Lilian Alves -

Pesquisadores e técnicos que atuam com agricultura vão poder acessar, no segundo semestre, o SATVeg internacional, instrumento que abrangerá toda a América do Sul e não apenas o Brasil. Ele será uma ampliação do sistema web disponibilizado pela Embrapa em 2015 para planejamento e gestão da terra a partir de imagens de satélite. A consulta poderá ser feita em três idiomas – português, espanhol e inglês.

O Sistema de Análise Temporal da Vegetação (SATVeg) foi desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária para permitir a observação de séries temporais de índices de vegetação  por meio  de imagens de satélite, oferecendo apoio a atividades de monitoramento agrícola e ambiental em todo o território brasileiro.

O sistema oferece apoio a atividades de monitoramento agrícola e ambiental em todo o território brasileiro e auxilia instituições de pesquisa, universidades e ONGs em trabalhos e estudos relativos ao uso e cobertura da terra. Com ele é possível identificar o que é uma área urbana, cultura anual, cana-de-açúcar, pasto ou mata, por exemplo. O sistema leva em consideração, inclusive, a grande frequência com que as áreas agrícolas do País sofrem alterações. Assim, pode-se acompanhar o ciclo de uma cultura agrícola e sua intensificação, os desflorestamentos e até a detecção de cheias em regiões pantaneiras.

Antes do SATVeg, as análises das séries históricas exigiam robustos processamentos de imagens e a produção dos gráficos dependia de conhecimentos técnicos específicos. Atualmente, os algoritmos desenvolvidos no sistema possibilitam observar e monitorar os índices de vegetação de forma mais ágil e eficiente, por meio de gráficos produzidos automaticamente.

A tecnologia ajuda o governo brasileiro a elaborar políticas públicas ambientais e agrícolas e oferece dados importantes a pesquisadores, estudantes, técnicos de geoprocessamento, gestores públicos, consultores e outros usuários do setor produtivo. A ferramenta foi criada no final de 2015 com base em imagens de satélites disponibilizadas publicamente pela Nasa do ano 2000 em diante.

Com esse recurso é possível medir o índice de vegetação, ou seja, a quantidade de fitomassa existente em determinada área. As informações disponíveis permitem que se acompanhe, ao longo do tempo, o comportamento da vegetação na superfície terrestre, auxiliando em trabalhos e estudos relativos ao uso e cobertura da terra e suas transições.

Por isso, análises realizadas com base em dados de alta resolução temporal possibilitam acompanhar regularmente o desenvolvimento das culturas ou a área agrícola, com base nos índices vegetativos, que representam o comportamento da fitomassa ao longo do tempo. As informações são extraídas de imagens de satélite e mostram o quanto de vegetação existe na área observada, a partir de quadrículas com dimensões de 250 por 250 metros na superfície terrestre.

Auxílio para políticas públicas

A tecnologia ajuda o governo brasileiro a elaborar políticas públicas ambientais e agrícolas e oferece dados importantes a pesquisadores, estudantes, técnicos de geoprocessamento, gestores públicos, consultores e outros usuários do setor produtivo.
 
A ferramenta possibilita o acompanhamento sistemático da agricultura brasileira e auxilia no mapeamento das culturas, permitindo conhecer com mais precisão seu comportamento. Cada perfil sobre o uso e a cobertura da área é gerado por meio de composições de 16 dias produzidas pelo sensor Modis, provenientes dos satélites Terra e Aqua, que são atualizadas regularmente.

Para tornar a plataforma ainda mais eficaz, o SATVeg fornece ao usuário uma interface GoogleMaps para a seleção das áreas de interesse, ferramentas para filtragem das séries temporais, módulos para carregamento de arquivos vetoriais e cálculo de perfis médios. Antes do SATVeg, as leituras eram feitas pelas imagens, e a produção de gráficos era manual. Já o sistema faz uma leitura histórica e gera gráficos de forma automática.

A tecnologia fornece dados inequívocos do processo de uso, ocupação e expansão da terra. Isso facilita, por exemplo, a aplicação da legislação ambiental, especialmente pelo histórico gerado, fundamentado em períodos, como, por exemplo, o processo de acompanhamento de reflorestamento pelo Código Florestal, além da administração e do monitoramento de programas de intensificação do uso da terra.

Os projetos de pesquisa Metodologia para o monitoramento da atividade agrícola brasileira (Mapagri), TerraClass Amazônia e TerraClass Cerrado fizeram uso dos recursos técnicos disponíveis no SATVeg.

O SATVeg pode ser acessado gratuitamente por meio de um cadastro simples.
 

Nadir Rodrigues (MTb 26.948/SP)
Embrapa Informática Agropecuária

Telefone: (19) 3211-5747

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Encontre mais notícias sobre:

geoprocessamento

Fonte: Embrapa