Notícias

Confira as principais informações do setor

No ar, a plataforma digital

Depois de dois meses de operação experimental, a plataforma digital "Glúten: Contém Informação" foi lançada oficialmente, em cerimônia realizada dia 18 de março, no auditório da livraria Cultura, em São Paulo. A plataforma (www.glutenconteminformacao.com.br) é uma iniciativa de quatro importantes elos da cadeia produtiva de derivados de trigo (Abitrigo, Abimapi, Abip e Sampapão (*), que pretendem, com a iniciativa, minimizar o desconhecimento e as desinformações sobre o consumo de glúten. A plataforma foi produzida e desenvolvida pela TV1 RP, do Grupo TV1.

A cerimônia de lançamento foi prestigiada por mais de 100 pessoas, entre presidentes e representantes das entidades, jornalistas, médicos, nutricionistas e formadores de opinião. O evento foi finalizado com um debate, mediado pela apresentadora Silvia Popovic, que reuniu três especialistas: o médico endocrinologista Marcelo Bronstein, professor de graduação e pós-graduação da Faculdade de Medicina da USP; a nutricionista Olga Amâncio, presidente da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN) e a nutricionista Cynthia Antonaccio, diretora da Equilibrium, empresa com foco em comunicação em saúde e nutrição e qualidade de vida corporativa.

O debate com os especialistas foi enriquecedor, servindo para abordar diversas desinformações a respeito do consumo do glúten e para ressaltar a importância da divulgação de conceitos cientificamente embasados sobre o assunto. Paralelamente, os debatedores destacaram as qualidades e a importância do glúten para os consumidores que não sofrem da doença celíaca, que são intolerantes à proteína e correspondem a cerca de 1% da população. "O glúten não apenas é bom. O glúten é necessário", concluíram os debatedores.

(*) Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), Associação Brasileira da Indústria da Panificação e Confeitaria (Abip), Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias, e Pães & Bolos Industrializados (Abipami), e Sindicato e Associação dos Industriais de Panificação e Confeitaria de São Paulo (Sampapão).

Fonte: Assessoria de Imprensa