Notícias

Confira as principais informações do setor

Dieta isenta de glúten faz mal?

A Doença Celíaca (DC), é uma doença autoimune que acontece em algumas pessoas que consomem cereais que contenham glutén, especialmente o trigo, e sejam predispostas.

O consumo do glúten, junto com a sescetibilidade genética e presença de fatores imunilógicos ambientais podem fazer com que a doença apareça.

Publicidade

Restrição: para os celíacos, tratamento é retirar totalmente o glútem da dieta Getty Images/Photodisc

Restrição: para os celíacos, tratamento é retirar totalmente o glútem da dieta

 

É importante saber que eliminar da dieta os alimentos que contenham essa substância não cura a DC, mas ajuda numa melhora significativa e faz a doença parar de progredir.

A nutricionista Renata Furlan Viebig comenta alguns alimentos que podem em uma rotina restrita. "A substituição dos alimentos com glúten na dieta pode ser realizada utilizando-se milho, fubá, arroz, batata, mandioca, polvilho, soja, quinoa e suas farinhas, porém, o número de produtos prontos oferecidos para a população celíaca ainda é pequeno, principalmente fora dos grandes centros urbanos, o que dificulta o seguimento da dieta."

Dietas da moda: cortar glúten e lactose é mais saudável e ajuda a emagrecer?

Segundo a especialista, ainda é preciso ficar atento a rótulos e contaminações. "Rotulagem incorreta e possíveis contaminações por glúten durante o processo de fabricação de alimentos (manuseio, processamento em maquinário e equipamentos, transporte e estocagem incorretos) podem aumentar as chances de transgressões alimentares involuntárias", diz ela.

Produto sem glúten é mais saudável? Ajuda a emagrecer? Veja mitos e verdades

Dieta isenta de glúten

Alguns profissionais da área de saúde têm falado que uma dieta sem essa proteína pode emagrecer e trazer outros benefícios. "Pesquisas realizadas nos últimos anos mostraram que, além de não ocorrer o emagrecimento na maior parte dos indivíduos em dieta GF, muitos ainda ganharam peso, pois substituem alimentos como pão, macarrão e biscoitos por outros alimentos de maior valor calórico", explica a nutricionista. Além disso, pães sem glúten são pobres em fibras e possuem mais gorduras e açúcares. 

Indivíduos saudáveis

A Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN), publicou recentemente sua posição a respeito da adoção de dietas sem glúten, ou gluten free (GF), para indivíduos saudáveis. A principal conclusão dos pesquisadores foi de que não existem evidências de que pessoas sem a doença, possam ter algun benefício da dieta. 

Até mesmo indivíduos com a doença e que sofram com sobrepeso, não conseguem emagrecer após adotar esse tipo de alimentação.

Fonte: IG