Os benefícios dos pães e biscoitos integrais

14/05/2019



Pães e biscoitos são itens indispensáveis nos lares brasileiros, e é raro encontrar uma despensa sem um desses alimentos. Cada vez mais aumenta o interesse das pessoas por massas integrais, mas qual o diferencial desse tipo de produto e quais seriam seus benefícios?

Os alimentos integrais são produzidos de maneira diferenciada, já que seus ingredientes – trigo integral e outros grãos – não passam pelo processo de refinamento, preservando assim sua integridade e suas propriedades nutricionais, e isso traz benefícios ao organismo.

Pães e biscoitos são excelentes fontes de carboidrato e podem tanto compor um lanche menor quanto uma refeição maior. O carboidrato encontrado nas versões integrais é considerado um bom aliado na geração de energia no corpo. Portanto, esses tipos de alimentos integrais também são ótimos para as pessoas que têm o hábito de praticar atividade física. Além disso, são ricos em fibras alimentares, necessárias para o bom funcionamento do intestino.

A nutricionista Vanderli Marchiori afirma que, em relação aos pães, a preferência deve ser pelos integrais, mais ricos em fibras, pois a modulação de índice glicêmico é mais eficaz. Ela alerta que os recheios também devem ser objeto de atenção, já que opções muito calóricas e repletas de sódio e gorduras saturadas podem ser inadequadas para o consumo frequente. Segundo a profissional, a melhor maneira é que o pão seja um veículo para consumir vegetais e proteínas magras.

Os biscoitos integrais também são fontes de carboidratos e o consumo desse alimento deve obedecer as porções recomendadas, uma vez que suas composições variam demais entre sabores e marcas, conforme atesta Vanderli. Ela também aponta que, por ser um alimento indulgente, deve ser consumido com menor frequência que o pão, por exemplo.

A nutricionista indica algumas opções de lanches leves feitos à base de pães e biscoitos integrais:

  1. Sanduíche grego integral – pão de fôrma com 8 grãos recheado com fatias de pepino, tomate caqui cortado em fatias finas e pasta de queijo branco com azeite e hortelã picados.
  2. Buraco quente de fibras – pão francês integral recheado com carne (carne louca) desfiada e coberto com uma colher de sobremesa rasa de sementes de chia.
  3.  Sanduíches crocantes – biscoitos integrais tipo cracker recheados com creme de ricota temperado com manjericão e um pouquinho de sal, presunto magro sem capa de gordura e picles picadinho.

Fonte: Trigo Te Alimenta