Cepea: mercado interno de baixa liquidez deixa cotações do trigo estáveis

11/01/2018


Os preços do trigo no mercado interno têm oscilado pouco. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), entre 28 de dezembro e 5 de janeiro os valores no mercado de balcão permaneceram praticamente estáveis no Rio Grande do Sul (+0,2%) e no Paraná (+0,1%). Já no mercado de lotes, as quedas foram de 1,8% no Paraná, de 1,3% no Rio Grande do Sul e de 0,1% em São Paulo.

Para os derivados de trigo, no comparativo com a média da semana anterior, o preço do farelo de trigo a granel recuou 1,28%, e o do ensacado, 1,26%.

As cotações das farinhas para massas frescas, massas em geral e bolacha doce registraram queda de 0,85%, 0,69% e 0,65%, respectivamente.

Já as farinhas para panificação, integral, bolacha salgada e pré-mistura se valorizaram 0,61%, 0,49%, 0,31% e 0,16%, na mesma ordem.

"Em relação aos derivados, a baixa liquidez do mercado está atrelada à ausência das indústrias, especialmente as de ração animal, diminuindo o interesse pelo farelo de trigo neste período. Em contrapartida, no segmento de farinhas, uma parte das empresas já iniciou o movimento de repasse aos preços, devido ao aumento de custos, enquanto outras ainda aguardam as próximas semanas para se posicionarem em relação a valores e volumes a serem comercializados", diz o Cepea em relatório.


Fonte: Tecnico de Agronegócio